Muitos criaram blogs depois desse blog que ja está com 3.000 visitas de páginas! Mas o porque dele mesmo? antes tinha colocado que era para expor minhas insanidades e para desabafar, serviu e ainda servira para essa finalidade, mas creio eu que ele seja mais que isso, mostrou muitas coisas e acho que muitos gostaram, então o porque dele? Não sei. Só sei que nem tudo que eu escrevo é verdade, nem toda verdade eu escrevo. Mas tudo que digo é verdade e se digo alguma mentira meus olhos me traem!

Olha a hora...

sexta-feira, dezembro 30, 2011

...

Depois de tanto tempo ate que enfim finalizei o texto, bem fugiu um pouco do que tinha em mente, bem que falam que a linha é torta, muito tempo sem escrever queria e quero falar de outros assunto e outras coisas, voltar escrever como antes quem sabe, mas escrevi sobre como foi passar os últimos dias do ano, últimos dias em que passei reflexivo. 
Estranho vê como nos últimos dias do ano uma força que ninguém vê impera sobre todos, aqueles que nunca te cumprimentam passam a te cumprimentar, uma pessoa te para e do nada fala que te acha super simpático e que o seu sorriso já ajudou o dia dela. Nesses últimos dias do ano fiz uma reavaliação de tudo aquilo que ocorreu em 2011 do que valeu a pena e daquilo que deveria ficar apenas na lembrança para servir como aprendizado. Muitas risadas brotaram na face, muitas lagrimas também! Novas amizades surgiram, outras se distanciaram. Nessa reavaliação de ano, nesse balanço que sempre faço senti falta de muita coisa  que em 2010 me completou e que em 2011 fez falta, muita falta, muita! Hoje o sorriso no rosto é o que impera, o que pelo menos busco todos os dias. Correr atras do que vale a pena é valido sempre, para que não continue me perdendo a cada dia como me via antes ou correndo para onde não se via, onde não me via. O mundo gira, o tempo passa rápido e não o podemos perder principalmente quando se gosta, o dia tem que ser vivido, não como se fosse o ultimo, mas como se fosse o ultimo para ser aquilo que se é de fato, para fazer aquilo que o coração manda mesmo que a razão brigue! Conveniências existem, mas quero ser o desviante, hoje mais consciente do que antes, mas quero!  Vontades e sentimentos imperam nesse ser, o seu abraço e sorriso faz falta.. Eu tenho sonhos, acordado ou não coloco os pés no chão!